O mapa vergonhoso da RTE-T que convém fazer evoluir em conjunto até 2023, data da revisão, com a consideração dos elos em falta da Via Atlântica.

É o futuro da fachada atlântica na Europa que está em jogo, de forma a que os seus trunfos, nomeadamente portuários, possam ser valorizados.

Os membros da preocupam-se com a vida da Associação e com as suas orientações que, em conjunto, devem andar de mãos dadas para uma máxima eficácia.